Library policies Library hours Library catalogue More than 10,000 books in the database!
Portugal e Marrocos perante a historia e a politica europea
written by "Testa, Carlos, 1823-1891"
...as e longiquas expedies que revelam uma sobreposse de dominio com espirito exclusivista, e que muitas vezes significam esforos improficuos, complicaes em politica externa, e at prejuizo no compensado em cabedal e vidas, e smente para disputar palmos de terra em regies inhospitas e sfaras, melhor ensejo lhe dsse para aproveitar taes foras e vontades, convergindo-as [39] para mais perto e melhor caminho, e onde a posse e dominio seriam mais proveitosas em todo o sentido material e moral. E poder Portugal acertar no caminho a que o levariam aspiraes taes como as que constituem o ideal acima indicado? este, como se viu, um ponto mui vago para exame; uma ida d'onde podem germinar mais amplos concebimentos; um calculo politco que pde subordinar-se a muitas probabilidades e eventualidades. Pde mesmo ser um sonho; mais do que isso, um delirio de visionario. Mas assim como Calderon de la Barca diz em seus versos sublimes, la vida es sueo, tambem ha sonhos que sem serem delirios, podem ser justas aspiraes de quem tem vida; e desde que licito conceber estas, tambem no vedado o manifestal-as. O bello ideal, esse sentimento que faz com que muitas vezes o nosso espirito se assemelhe a uma bussola moral, que percorre um horisonte cujos rumos so os vos da nossa phantazia: esse bello ideal que em muitos casos como um sonho passageiro que a reflexo bem depressa dissipa, tambem algumas vezes nos sorri ida com a perspectiva de o vr tornado em realidade. O bello ideal ahi fica assim consignado, talvez como imagem poetica, todavia como caso para meditao prosaica. A perspectiva d'estas aspiraes, ser pois um vo de imaginao, de breve durao e desengano certo, ou poder ter visos de se tornar um pensamento persistente e uma feio susceptivel de realidade? Poder ser, e poder no ser. [40] Na dependencia em que est de tantas eventualidades, a deciso pertence ao futuro. Mas quando para justificar ta...

This book you can borrow for use directly by visiting our library!