Library policies Library hours Library catalogue More than 10,000 books in the database!
A Nuvem
Peça dramatica, em verso, com prologo, dois actos e epilogo

written by "Couceiro, Luís"
... Vossa Excellencia muito bem Minha Senhora!! (Apontando para a porta){30} Aquella porta, tem O condo de se abrir ante a passagem D'este to illudido personagem; E se aqui vim, buscando honestidade, Convicto saio e vou, da falsidade Com que ella se proclama e annuncia! Tudo, emfim, a mesma hypocrisia, Variando smente em sociedade; Porquanto; se l fora a indignidade Se expe, aqui se occulta no cynismo Que rodeia o ambiente! Pasmo e abysmo, Senhora, do que vejo! Abysmo e pasmo Ante o revoltantissimo sarcasmo Que preside mudana d'este lar No mais indecoroso lupanar! Arminda (Revoltadissima) E eu ento, pasmo e abysmo, meu senhor, Do biltre que, sem honra e pondonor, Se arroja a censurar, altivamente, A esposa que despreza infamemente! (Altiva, apontando-lhe a porta) Saia! Que jmais tem auctoridade Para insultar, quem s na indignidade Vagueia e l procura o seu viver! Henrique (Altivo) Mas eu sou homem! Arminda (Avanando um pouco para o fundo, emquanto Henrique vae recuando para sahir) E eu... eu sou mulher! (Indica-lhe a porta)   Fim do primeiro acto {31} ACTO II A mesma salla do acto anterior e com a mesma disposio. Dentro do biombo que continua a encobrir a vista dos personagens de scena, encontra-se ainda dormindo a criana. Ao subir o panno, entram pelo fundo Henrique e Margarida. SCENA PRIMEIRA HENRIQUE E MARGARIDA Henrique Ora aqui tem os novos aposentos Que serviro de galla aos meus intentos. Repare? Veja o luxo d'esta salla, Que a nada, mesmo a nada mais se eguala. Hein! Hein! Que lhe parece?! Margarida (Admirada) Realmente, soberbo! ideal! Mas, francamente, Acho bello de mais: bello de mais P'ra quem se entrega a gosos to vestaes!... Henrique Engano, Margarida, puro engano; Tudo isto impostura e s profano! Apenas a mudana de scenario, Com quanto lhe par...

This book you can borrow for use directly by visiting our library!